Pedra de Gelo | Bang Bang Escrevi

Pedra de Gelo

13 de ago de 2010
Não cometas um engano,
mantenha a mão entre a pele e o pano
aperte, belisque, arranhe
até que um gemido ganhe

quero ver os meus lençóis amarrotados
as roupas todas de lado
o teu, meu corpo nu
Aço fundido em fogo azul

de voz tremula e olhos fechados
dedos nas costas, cerrados.
o corpo ganha vida...
não consegue ficar parado

ah! esse pudor despido
O amor concebido
entre o calor da respiração
e uma pedra de gelo derretido

Que oportuna entre dentes
pelo corpo escorregou
trazendo arrepios ardentes
quando a pedra na nuca tocou

Não perde tempo anda!
desce-te as mãos pelas minhas costas
crava tuas unhas nessa fome carnal
Morde-me as orelhas, o pescoço

enquanto minha barba fazes a tu cócegas
Esses pelos grossos e ansiosos
que por ti esperaram
uma semana inteira
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
9 Comentários
9 comentários:
  1. Olá, tudo bem? Primeiro vim responder o seu comentario no blog. Eu não critiquei os homens, eu apenas comentei que NÓS MULHERES PRECISAMOS DE DIREÇÃO, eu assumi talvez uma falha nossa. hahaaha
    Segundo, cara que blog é esse? Me apaixonei, adorei os posts quero ler todos. Vou segui-lo e visita-lo mais vezes. É tao raruxo.

    Beijooo

    ResponderExcluir
  2. Raruxo? Coisa do Teatro mágico isso?

    xD

    Eu entendo, é que as vezes parece que tudo em nós está errado.

    ResponderExcluir
  3. Imagem combinou perfeitamente com o poema. Bem ardente!

    Dei uma olhada por cima assim no blog e achei interessante. Tô te seguindo pra poder voltar aqui outras vezes!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. ahh mt mt bom esse poema, meus parabéns .. é uma descrição do amor incrível .. vc tem um otimo poder para tal.!
    ^^
    -
    Visite: http://amyfeelings.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ai Papai!
    Eu leio e parece que eu to lá!
    kkkkkkkkkkkk
    Preciso dizer ue o texto é lindo?
    Não neh...

    Fiquei impressionada que vc lega as criancinhas para as aulas durante o seu trabalho!
    Muito legal,isso demonstra que vc é uma pessoa paciente!
    kkkkkkkkkkk
    Bjão

    ResponderExcluir
  6. Quase senti um arrepio por imaginar uma unha cravada as minhas costas, escorregando.. sem medo.

    Parabens :]

    ResponderExcluir
  7. Bom muito bom, apesar de não ser um adorador de poemas achei interesante, me faz lembrar e pensar em coisas boas em um sábado a noite!

    ACE³³³

    ResponderExcluir
  8. Ameeei victor!!
    Adoro esse seu jeito de escrever, claro como a água, que invade as palavras numa forma arrebatadora!
    Grande abraço querido! :]

    ResponderExcluir
  9. Victor,esse poema realmente faz a imaginação vir a tona com tudo e isso é muito bom.Bjks

    ResponderExcluir

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.