Eleições, lixo e sustentabilidade. | Bang Bang Escrevi

Eleições, lixo e sustentabilidade.

27 de set de 2010
Nos últimos dias tenho notado o aumento de número de propagandas eleitorais espalhadas pela cidade, fico chocado ao ver que em uma praça com três arvores, existem 30 cartazes de um mesmo político, que existem casas com a fachada completa da mesma propaganda etc.

E o pior nem são as propagandas abusivas é a falta de atenção das pessoas já que os políticos se elegem por nomes, essa parte é difícil de entender, por isso vou contar uma historinha...
Era uma vez...
Um pai político, que fez coisas por uma região, até manda atualmente cartões de aniversário, Páscoa, Natal e todos os outros feriados possíveis, ele tinha um super nome, é legal ter sobrenome de comida eu acho... é igual Leite para crianças. Hoje esse mesmo pai político, elege seus dois filhos com o seu nome e as pessoas não veem isso. É pura falta de Estima, toda essa palhaçada.
Voltando a falar das propagandas abusivas... As vuvuzelas (por enquanto) acabaram, porém vieram às carreatas, com carros de som e microfones, e todos aqueles papéis voando. OPA! Não existe uma tal lei chamada "Cidade Limpa" esqueceram dela? (e ainda reclamam comigo por causa de um papel de bala) Sujando a cidade, parando o trânsito, tirando toda paz e tranquilidade de quem não tem nada que ver coma campanha eleitoral.

Os Promessometrôs (termo nem um pouco novo na política brasileira) controlando a massa, fazendo-os acreditarem em coisas que não irão acontecer. Sem falar nas Sub-celebridades que ganham a eleição por pura e insolente fama. Qual o problema em pesquisar um candidato, encontrar um que seja sério? E que leve a política a risca, afinal "pior do que tá não fica!"

O resultado de toda essa brincadeira é uma montanha de lixo acumulado, logo a primeira medida que os governadores devem tomar é cuidar de criar planos de ação para evitarem enchentes, já que entupiram todos os bueiros e bocas de lobo da cidade. Como ser sustentável dessa maneira? E como levantar a bandeira da sustentabilidade em uma campanha? Que tal não fazê-la? Não precisa gostar de política ou ler milhares de livros para votar consciente (lembra da Copa do Mundo? que tal ser patriota agora?), basta saber que todos os acontecimentos dos quatro seguintes anos são inteiramente dependentes de quem você elege hoje. Então se você planeja viajar, preocupe-se com a inflação e o dólar. Se o seu filho está em idade de ensino técnico ou universitário, preocupe-se com os investimentos na educação. Se a sua mãe tem problemas de saúde e o sistema de saúde pública só poderá atendê-la daqui três meses, você realmente deveria se preocupar, não? Por que eu, quando voto penso principalmente no que é NECESSÁRIO mudar e, não no que é PRECISO ser feito. Necessidades vêm antes dos desejos, você por um acaso deixar de comprar o gás, para comprar chocolate? Pense nisso!

Necessário é tudo aquilo que os políticos não fazem para sempre terem o que prometer.

Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
1 Comentários
Um comentário:
  1. EITA LÊLÊ, ACHO QUE CONHEÇO ESSE CARA, NÃO VOTO NESSE NOME, É A MESMA COISA QUE TOMAR LEITE AZEDO!

    ResponderExcluir

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.