Imparcial | Bang Bang Escrevi

Imparcial

9 de dez de 2011
Eis me aqui a admirar-te,
debilito-me a observar-te.
De súbito, figuro-me,
transformo-me em partes.

Flagelo-me por não tocar-te.
Desejo-lhe sem poder possuí-la,
iro-me a imparcialidade
de não poder despi-la.

A tocar-te nua em pelo
tanto é o zelo
que desfaço-me
como devaneio.

E esconder-me-ei em ti.
Sem temer ao agir
de pequenos versos declarar-te
e um gemido seu arrancar-te.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
2 Comentários
2 comentários:

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.