Natal 2011 | Bang Bang Escrevi

Natal 2011

19 de dez de 2011
Natal, época linda. Ano passado falei da hipocrisia familiar nessa época. Onde as famílias se juntam para comer e beber – filar a boia mesmo – e depois falar mal uns dos outros. Esse ano vou restringir ao pseudo-espírito natalino.
As pessoas passam o ano inteiro ignorando seus semelhantes e no final do ano querem o selo “eu ajudo quem precisa” pra colorem nos seus carros e mostrarem que eles não são tão ruins quanto parecem, não digo apenas de pessoas que realmente tem condição de ajudar quem precisa, mas de quem não tem e quer o mesmo status em dezembro, acha que tá reservando banco no paraíso.
Dezembro é o mês da merda. Você tem natal, ano novo, retrospectiva, Roberto Carlos no show da virada, a virada na paulista e toda essa torração de saco. A cidade já é uma delícia e ainda arrumam motivo para deixa-la melhor.  Além de tudo isso, ainda é verão, então, choveu fodeu.
Voltando ao assunto o pseudo-espírito é uma espécie de  apelo religioso. É a suplica do inconsciente de que você deve ajudar porque nesse período Jesus precisou de ajuda, nem sei de onde tirei esse paralelo, mas deve ser por isso. Não é errado ajudar, vou repetir, não é errado ajudar, errado é querer fazer isso apenas no natal porque é uma época mágica. Quem precisa de ajuda, só precisa de ajuda e não de magia. Quer magia? Vai pra Hogwarts.
Antes de terminar só mais um recado. Se você só ajuda no natal pra receber o selo “sou foda” e ajudo necessitados, pelo amor do divino, não pare de fazer isso, mesmo sabendo que as pessoas precisam de ajuda o ano inteiro.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.