Folha morta | Bang Bang Escrevi

Folha morta

11 de jan de 2012
A ponta dourada...
Prateou-se.
A velha caneta gasta,
gasta seus cartuchos
escrevendo melancolias
ou textos sem sentido.
A caneta gasta, 
gasta o tédio
e engrandece a alma,
preenche as lacunas vazias
com algum sentimento.
Aplica a folha morta
traços vivos de memórias,
coisas de outrora.
Faz do escritor vivo
e às vezes imortal
no papel onde jaz
antes do ponto final.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.