Café, estrelas e olhos azuis | Bang Bang Escrevi

Café, estrelas e olhos azuis

20 de jul de 2012
Vou encontrar com você onde se esconde em Limeira.
De lambreta na estrada a noite inteira atrás de um caminhão.
Descobrir que você mora, assim quem sabe, em uma ladeira
e te entregar, se quiser, de bom grado o meu coração.
Mas antes de aceitar qualquer coisa, me ofereça um café
que a gente olha pro céu procurando uma ou duas constelações
enquanto te puxo pra perto pra te fazer um cafuné,
quem sabe até arrisque cantar algumas canções.
E pra mim esse excêntrico cabelo cor pastel
que dentre meus gostos não tem o doce do mel,
mas se em tanto comigo você se assemelha
Vamos dormir aqui fora porque no teto não tem telha.
Na verdade, sem grandes expectativas tudo vale a pena,
sair de casa e ir pela estrada encontrar uma pequena
que tem os olhos mais lindos que já vi da cor do céu
e do crime de tentar conquistá-los com certeza sou o réu. 
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.