O urro - II A morte | Bang Bang Escrevi

O urro - II A morte

4 de out de 2012

II – A morte

Esse é apenas o começo da decadência.
Desse sentimento de consentimento complacente
que no fundo negamos, mas como conforto
é tudo que possuímos.
A implacável morte retorna
para arrancar da carne fétida e rançosa
a luz fraca da alma que jazia na alcova.
A morte. O anjo que Deus não pode controlar.
Tão antigo como ele no seu jardim de lego 
desde o princípio já costumava brincar.
De onde Deus surgiu eu não sei
Mas que sua sombra sempre foi a morte nunca duvidei.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.