O urro - III A sociedade | Bang Bang Escrevi

O urro - III A sociedade

6 de out de 2012

III – A sociedade 

Espero que ao cruzarmos a última fronteira
não tenhamos que levar nossas memórias,
porque no amago mesmo os ilustres 
se tornaram por capricho desprezíveis.
Gritando suas ideias nas esquinas
até elas os levarem a morte.
Não a Implacável, mas a que os homens idolatram.
A que imita ridiculamente o controlar dos ponteiros
despertando o executor em seus circos
para um café-da manha de almas adiantadas
onde a vida nada vale ou valia demais.
Se inocentam sobrepondo-se umas sobre as outras
até que se esgotam e notam
em seus poços cavados a próprias palavras
que com eles ninguém se importa
e foram largados a sorte 
esperando a inevitável derrota.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.